Links de Acesso

Presidente do Zimbabwe diz que não haverá mais confiscações de propriedades de brancos


Emmerson Mnangagwa num comício eleitoral

Mnangagwa diz que é "criminoso" falar-se em termos raciais sobre as propriedades agrícolas. "Primado da lei será respeitado".

O presidente do Zimbabwe Emmerson Mnangagwa garantiu aos agricultores brancos que as suas terras não serão confiscadas, apelando para que colaborem com o governo.

A menos de duas semanas das primeiras eleições desde o derrube do anterior presidente Robert Mugabe, Mnangagwa disse que não haverá uma repetição da invasão e confiscação das propriedades de agricultores brancos que ocorreu durante o anterior regime.

Falando a cerca de duzentos cidadãos brancos e asiáticos, Mnangagwa disse que a invasão de terras “é uma coisa do passado”, acrescentando que “o primado da lei será agora aplicado”.

O presidente zimbabwiano disse que se deve deixar de falar das propriedades agrícolas em termos raciais.

“É criminoso falar-se nesses termos,” disse.

“Um agricultor negro, um agricultor branco são agricultores zimbabwianos”, acrescentou o presidente que afirmou ainda que o seu governo é “racialmente cego” e precisa de peritos em todos os campos da economia.

A população de raça branca no Zimbabwe caiu para menos de um por cento da população de 16 milhões depois do governo de Robert Mugabe começar a expropriar as propriedades agrícolas do país

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG