Links de Acesso

Presidente camarário de Seul está desaparecido


Park Won-soon, presidente camarário de Seul

Cães policias e drones prosseguem as buscas para encontrar o presidente camarário de Seul, a maior cidade da Coréia do Sul, depois que sua filha noticou que não o conseguia encontrar.


Segundo apolícia Park Won-soon deixou uma declaração como uma vontade ou um último testamento, que foi encontrado pela filha no final da tarde de hoje, em Seul.

A mídia sul-coreana informou que Park não apareceu para o trabalho hoje e que o seu celular estava apagado.

A agência semi-oficial de notícias Yonhap disse que o sinal de celular de Park foi detectado pela última vez no nordeste de Seul, onde a polícia está a concentrar as suas buscas.

Dois jornais sul-coreanos - o Korea Economic Daily e o Kukmin Ilbo - citaram os policias de Seul, dizendo que haviam recebido recentemente uma acusação #METOO contra Park - uma aparente referência a má conduta sexual.

Os jornais não forneceram detalhes adicionais.

Park Won-soon, de 64 anos, ex-ativista de direitos humanos e democracia, tornou-se presidente camarário de Seul em 2011 e foi reeleito para dois mandatos adicionais.

Um membro do Partido Democrata no poder da Coréia do Sul, Park é um dos políticos de maior destaque do país e era laragmente visto como um possível candidato à presidência em 2022, quando o atual presidente, Moon Jae-in, deixa o cargo.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG