Links de Acesso

Portland, Oregon: 70 dias de protestos sem fim à vista


Polícia responde à manifestação no Parque da Cidade Floyd Light. 6 Agosto 2020, Portland, Oregon.

Mais protestos são esperados em Portland, Oregon, ao longo do fim-de-semana após violentas manifestações nesta semana que trouxeram mais agitação à cidade do Noroeste.

Desde que George Floyd foi morto em Minneapolis, os protestos ocorreram todas as noites durante 70 dias. Na sexta-feira à noite, 7 de agosto, a polícia de Portland declarou ilegal um ajuntamento no prédio de segurança pública Penumbra Kelly, ordenando que todos na área fossem embora. As autoridades já haviam alertado as pessoas para não invadir a propriedade.

EUA: Procurador-Geral questionado no Congresso devido a ação federal nos protestos em Portland
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:01 0:00

Os manifestantes permaneceram por várias horas antes de os oficiais começarem a empurrar a multidão para longe do prédio usando munições de controle de multidão na madrugada de sábado. Várias pessoas foram presas, disse a polícia.

A multidão foi dispersada depois de começar a atirar objetos como pedras, ovos congelados ou cozidos e fogos de artifício domésticos foram atirados contra os agentes, disse a polícia em comunicado.

A Polícia do Estado de Oregon trabalhou com agentes de Portland para dispersar os manifestantes.

O presidente da câmara de Portland, o democrata Ted Wheeler, disse esta semana que os manifestantes violentos também estão a servir de "adereço" político para o Presidente Donald Trump numa temporada eleitoral divisiva, na qual o Presidente martela na mensagem de lei e ordem.

Trump tentou retratar os manifestantes como "anarquistas doentes e perigosos" correndo soltos nas ruas da cidade.

O caos começou na noite de quinta-feira (6) e durou até a manhã de sexta-feira (7) num bairro residencial a cerca de 10 quilómetros do centro da cidade.

As manifestações desta semana foram visivelmente menores do que as multidões de milhares de pessoas que compareceram todas as noites por cerca de duas semanas em julho para protestar contra a presença de agentes federais enviados pelo governo Trump para proteger um tribunal federal que se tornou alvo de violência noturna.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG