Links de Acesso

Polícia liberta dezenas de pessoas detidas em manifestação na Lunda Norte


Movimento Protectorado da Lunda Tchokwe promoveu manifestação

Repressão policial deixou um morto e 19 feridos no protesto de sábado.

As autoridades policiais angolanas libertaram nesta segunda-feira, 26, mais de 70 das 101 pessoas detidas no sábado, na província da Lunda Norte, durante um protesto para reivindicar a autonomia do Reino Lunda.

Além das prisões, um jovem de 26 anos foi morto e 19 pessoas ficaram feridas.

Seis pessoas continuam detidos no município do Cuango e 24 em Capenda Camulemba.

A manifestação foi organizada pelo Movimento Protecorado da Lunda Tchokwe que defende a autonomia das Lundas que diz ter comunicado a iniciativa às autoridades proviniciais e nucna tter tido obtido uma resposta negando autorização para a mesma como requer a lei.

José Mateus Zecamutchimna acusou as autoriades de usarem métodos brutais para reprimirem a manifestaçao, incluindo terem atingido a tiro uma pessoa que já se envontrava detida.

A casa de um dos manfiestnates teria sido demolida pela polícia, acrescentou.

O comandante da policia local recusou-se a falar á Voz da America desligando o telefone ao nosso correspondente.

Uma autoridade tradicional local disse estar em fuga da polícia que o pretende prender.

Repressão na Lunda Norte - 2:36
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:36 0:00

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG