Links de Acesso

Polícia inglesa detém homem relacionado com ataque em Manchester

  • Redacção VOA

Primeira-ministra inglesa diz que acto é terrorismo covarde

A Polícia britânica anunciou a prisão desta terça-feira, 23, em Manchester de um homem de 23 anos supostamente relacionado com o atentado que deixou 22 mortos naquela cidade inglesa.

"A respeito da investigação em curso sobre o horrível atentado na Manchester Arena, podemos confirmar a detenção de um homem de 23 anos na zona sul da cidade", disse a polícia em comunicado.

A primeira britânica, Theresa May, afirmou hoje que a polícia acredita ter identificado o homem-bomba que detonou um artefacto caseiro, mas ainda não foram divulgadas informações sobre o suspeito.

Theresa May afirmou que o Reino Unido foi vítima de um duro ataque terrorista e que o terrorista buscava fazer uma carneficina.

"Sabemos que apenas um terrorista explodiu um artefacto de fabricação caseira perto de uma das saídas do local, escolhendo deliberadamente o momento e o local para provocar uma carnificina máxima", disse May, que hoje visitará Manchester.

"Embora não seja a primeira vez que Manchester sofreu desta forma, é o pior ataque que a cidade experimentou e o pior que já atingiu o norte da Inglaterra", declarou a primeira-ministra, reiterando que "todos os actos de terrorismo são actos de guerra, mas este ataque se destaca pela covardia”.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG