Links de Acesso

Polémica no recrutamento de agentes para educação cívica na província do Zaire

  • Redacção VOA

UNITA e CASA-CE acusam Comissão Eleitoral de escolher pessoas do MPLA, responsável contesta

O recrutamento de agentes de educação cívica para as eleições no município petrolífero do Soyo, na província angolala do Zaire,está envolto em controvérsia.

A oposição acusa os responsáveis da Comissão Eleitoral local de recrutarem cidadãos afectos ao MPLA, enquanto o responsável pela selecção contesta.

O secretário municipal da UNITA no município do Soyo, Francisco Tanda, denuncia o facto de muitos agentes selecionados para a formaçãonão residirem na região e que são indicados a partir de Luanda, o que aumenta a suspeita de que pertençam ao partido no poder.

O secretário executivo de CASA-CE, Raul Paulo, vai mais longe e afirma que o recrutamento dos agentes de educação cívica priorizou membros do MPLA em detrimento de cidadãos oriundos das comunidades.

Em resposta, o responsável pelaselecção dos agentes eleitorais,Carlos António Pombal, diz que o recrutamento foi feito conforme o combinado entre os membros da CME, sendo que muitos selecionados foram indicados pelos partidos concorrentes.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG