Links de Acesso

Polícia impede manifestação em Luanda

  • Coque Mukuta

Angola Luanda manifestação

Várias pessoas presas e denúncias de agressão por parte da polícia.

Pelo menos 15 pessoas foram presas, nesta Terça-feira, 27, quando a polícia angolana impediu a realização de uma manifestação em Luanda para protestar contra assassinatos alegadamente cometidos pelas autoridades.

Um repórter da Rádio Despertar foi detido mas subsequentemente libertado.
please wait

No media source currently available

0:00 0:00:46 0:00
Faça o Download

Desde muito cedo a polícia isolou a Praça 1º de Maio com carros de água, unidades anti-motim e cães para impedir a concentração dos jovens que haviam organizado a manifestação.

Na última tentativa de manifestação realizada a 3 deste mês, para exigir a transmissão dos debates parlamentares na Televisão Pública de Angola, a Polícia Nacional, deteve os jovens e levou-os para a Zona do Kalumbo, a 100 quilómetros fora do centro da cidade de Luanda, acto que já foi condenado pelo deputado da CASA-CE, Lindo Bernardo Tito, que considerou a atitude de “condenável a todos os títulos e repugnante.

Informações não confirmadas afirmavam que desta vez a polícia iria levar os detidos para o Kwanza Sul.

Segundo o site Club-K foram detidos Nito Alves, Raul Mandela, Pedrowski Teca, Adolfo Campos, McLife Bunga, Abrão Cativa, Agostinho Pensador, Serrote Simão (Jornalista), Emiliano Catombela, António Camilo.
XS
SM
MD
LG