Links de Acesso

Podemos Já entrega processo para sua legalização como partido em Angola


Novo partido integra a coligação eleitoral

Promotores dizem que partido vai reforçar a CASA-Ce

O processo de legalização do partido Podemos-Juntos por Angola, abreviadamente Podemos JA, deu entrada nesta quinta-feira, 8, ao Tribunal Constitucional de Angola, que tem 60 dias para se pronunciar sobre o processo.

Promotores do novel partido dizem que ele vai reforçar a CASA-CE, mas há que, na coligação, quem diga o contrário.

A CASA-CE vai contar com mais um partido politico dentro de 60 dias, o sétimo a ingressar na coligação.

Xavier Jaime, coordenador geral da Comissão Instaladora da formação política, diz que Podemos Já vai fortalecer a coligação e espera a aprovação do tribunal Constitucional.

“Queremos com o Podemos JA fortalecer a CASA-CE”, disse Jaime, garantindo que não vai desestruturar a coligação eleitoral tal como tem sido dito por figuras dentro daquela formação politica.

Algumas defendem mesmo a expulsão da coligação de todos os promotores deste novo partido.

“Quem quiser que despolete os mecanismos legais e vamos ver quem tem razão porque esta é apenas a vontade de Sebastião André, que pode recorrer porque a CASA-CE tem mecanismos para tal”, respondeu.

Com 16 deputados no Parlamento, integram actualmente a CASA-CE o Partido da Aliança Livre de Maioria Angolana (PALMA), o Partido de Apoio para Democracia e Desenvolvimento de Angola-Aliança Patriótica (PADDA-AP), o Partido Pacífico Angolano (PPA), o Partido Nacional de Salvação de Angola (PNSA), o Bloco Democrático (BD) e o Partido Democrático para o Progresso de Aliança Nacional Angolana (PDP-ANA).

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG