Links de Acesso

PGR vai investigar revelações de Isabel dos Santos


Isabel dos Santos

Empresário considerou falsas denúncias do actual PCA da Sonangol sobre a sua gestão

A Procuradoria Geral da República (PGR) de Angola vai analisar a resposta da antiga presidente do Conselho de Administração Isabel dos Santos às acusações de transferências irregulares de fundos da empresa pública de petróleos feitas pelo actual presidente, Carlos Saturnino.

A notícia foi avançada ao Jornal de Angola por uma fonte da PGR.

"Respeitando os princípios constitucionais da presunção da inocência e do direito ao contraditório, (a PGR) irá investigar os factos apresentados quer pelo denunciante, quer pelo antigo Conselho de Administração da Sonangol para apurar a veracidade dos mesmos”, acrescentou a mesma fonte que preferiu o anonimato.

Isabel dos Santos contra-ataca "campanha difamatória" de quem ganhou bilhões com a Sonangol

Troca de acusações

Carlos Saturnino, denunciou na semana passada, que a administração de Isabel dos Santos fez uma transferência de 38 milhões de dólares da petrolífera angolana para o exterior após a sua exoneração.

No domingo, 4, Santos divulgou um comunicado em que considera falsa a afirmação da actual direcção da Sonangol e nega a existência de instrução de pagamentos no dia 17 de Novembro, após à tomada de posse da nova direcção.

Em entrevista ao jornal Notícias, de Portugal, Isabel dos Santos anunciou que vai processar Carlos Saturnino, enquanto este tinha afirmado inicialmente que qualquer processo de responsabilização do anterior CA é premissa do Governo e não da Sonangol.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG