Links de Acesso

PGR investiga agressões policiais a dirigentes do Bloco Democrático


Justino Pinto de Andrade

Em causa queixa-crime apresentada contra a polícia pelo BD por agressão a um dirigente.

A Procuradoria Geral da República(PGR) convocou o presidente do Bloco Democrático (BD) Justino Pinto de Andrade para prestar declarações sobre a queixa-crime apresentada pelo seu partido na sequência da agressão de que foi vítima um dos seus responsáveis por parte de agentes da Polícia de Intervenção Rápida.

please wait

No media source currently available

0:00 0:01:50 0:00
Faça o Download

A queixa-crime tinha sido entregue à Direcção Nacional de Investigação e Acção Penal da PGR depois que foi brutalmente agredido, em Luanda, no dia 27 de Maio, o Secretário Nacional do Bloco Democrático para a Formação e Cultura Manuel Fonseca de Vitória Pereira quando passava pelo local onde um grupo de jovens pretendia realizar uma manifestação contra o Governo.

O advogado Luís Fernandes de Nascimento disse à VOA que outras testemunhas do incidente também foram notificadas pela PGR.

O também secretário para Assuntos Políticos do BD afirmou que o seu partido aguarda serenamente pelo desenvolvimento do inquérito judicial.

A notificação dos dirigentes do BD foi antecedida de dois encontros com o Ministro da Justiça e o Secretário de Estado dos Direitos Humanos.

O académico Manuel de Victória Pereira é o segundo dirigente do Bloco Democrático a ser agredido pela polícia angolana depois do secretário geral, Filomeno Vieira Lopes, ter conhecido a mesma sorte quando apoiava uma manifestação pacífica de jovens em Luanda, há cerca de dois anos .

XS
SM
MD
LG