Links de Acesso

Partidos políticos são-tomenses divergem sobre aprovação da reforma da justiça


Edifício dos tribunais

Proposta foi avançada por um grupo de juristas

Em São Tomé e Príncipe, um projecto de reforma da justiça apresentado por um grupo de juristas está a dividir a opinião dos partidos políticos com assento parlamentar.

O documento está se encontra na Assembleia Nacional para debate e aprovação.

Partidos políticos são-tomenses divergem sobre aprovação da reforma da justiça - 2:27
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:27 0:00

ADI, MLSTP-PSD e PCD, os três partidos com representação parlamentar, reconhecem a necessidade de reforma no sector da justiça, mas estão de costas viradas quanto ao processo de aprovação do diploma que deverá criar o Conselho Nacional de Justiça.

As duas forças políticas da oposição, o MLSTP-PSD e o PCD, defendem que a proposta deve ter tiver luz verde de dois terços dos deputados.~

Por seu lado, a ADI, o partido no poder, diz que se a proposta de reforma satisfaz a todos os partidos por que levantar o problema de ela ser aprovada por dois terços ou pela maioria absoluta dos deputados.

Os partidos voltam a reunir-se na próxima terça feira, 6, para discutir o processo de aprovação da proposta que, segundo os seus autores, visa corrigir os males que enfermam o sector da justiça.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG