Links de Acesso

Partidos políticos acusam Dos Santos de falar de um país virtual


José Eduardo dos Santos, Presidente de Angola (JA)

Partidos políticos apontam os assassinatos políticos registados no país e que não foram citados pelo presidente.

Os partidos da oposição acusam o Presidente da República de falar de um país virtual e não da Angola que os cidadãos conhecem.

please wait

No media source currently available

0:00 0:02:59 0:00
Faça o Download

Ao reagirem à mensagem de fim-de-ano de José Eduardo dos Santos, os partidos políticos apontaram os assassinatos políticos registados no país e que não foram citados pelo presidente.

Mendes Tadeu, da UNITA, disse que Santos fala de um país que só ele conhece.

O secretário-geral da CASA-CE Leonel Gomes também se referiu ao branqueamento do presidente quanto ao destino dos assassinos por questões políticas.

Por sua vez, o secretário-geral do PRS Benedito Daniel afirmou que o presidente devia criticar quem comete os assassinatos no país ao invés de se atirar contra os partidos políticos.

Fernando Gomes, da FNLA, considerou o discurso de Dos Santos de maquiavélico.

Finalmente, o jornalista e activista Rafael Marques acredita que o discurso do Presidente da República incrimina o próprio Dos Santos por dois motivos: a morte de Manuel Ganga por um homem da guarda do presidente, portanto, a responsabilidade é do presidente; que, ao mesmo tempo, persegue pessoas por opiniarem contra o presidente como o adolescente Nito Alves".

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG