Links de Acesso

Partidários de Ngola Cabango convocam conferências em Malanje para eleger novo presidente da FNLA

  • Isaías Soares

Lucas Ngonda, líder da FNLA contestado

Secretário provincial do partido admite duas alas mas acusa Cabango de fanatismo

Os partidários de Ngola Cabango, um dos dissidentes da actual direcção da Frente Nacional de Libertação de Angola (FNLA) em Malanje convocaram para este mês várias conferências, comunais, municipais e provincial para reunificação do partido antes das autarquias em Angola.

O secretário do último mandato de Ngola Kabango, Jacinto Cabanda Dala, disse que está em forja a realização de um congresso extraordinário para a eleição do novo presidente da FNLA.

Jacinto Cabanda Dla, FNLA, Malanje
Jacinto Cabanda Dla, FNLA, Malanje

“Nós não defendemos outra área, nas conferências vamos tratar dos assuntos do partido, a reunião e reunificação do partido, dos militantes que poderá nos levar num único congresso onde poderá aparecer quem quiser candidatar-se e os militantes vão rever qual (deles) tem requisito para tirar o partido onde se encontra”, disse Dala.

Cabango, fanático

O actual secretário provincial da FNLA, Augusto Kimujinga Pinto, reconheceu haver duas alas no partido, mas os militantes desenvolvem acções para um fim comum, a harmonia interna.

Augusto Kimujinga Pinto, secretário provincial da FNLA em Malanje
Augusto Kimujinga Pinto, secretário provincial da FNLA em Malanje

“Mesmo tendo ganho um lugar no parlamento, nós temos conscientemente que é um partido histórico que por mais desavenças que possam existir, no seio do partido existem duas alas, mas têm como finalidade um único partido”, disse Pinto, justificando que “após a realização das eleições estamos à espera que a direcção central e o presidente estabilizem a direcção do partido”.

Augusto Pinto referiu, no entanto, que Cabanda é um político fanático que apesar de vários mandatos sempre apresentou uma postura destruidora contra o próprio partido.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG