Links de Acesso

Ouvir o povo e procurar consensos, desafios do novo Parlamento angolano

  • VOA Português

Casa das leis

IV Legislatura começa na segunda-feira com o discurso do estado da nação do PR

A abertura na segunda-feira, 16, da IV legislatura da Assembleia Nacional está a ser aguardada com alguma expectativa na província da Huíla.

Mais trabalho e principalmente que se ouçam as pessoas constituem as preocupações de cidadãos que, no entanto, acreditam que o novo Parlamento traz novidades.

O jornalista Jonas Pacheco Simão espera por um Parlamento com mais produção legislativa e que assuma de facto o seu papel fiscalizador e espera por consensos na discussão dos grandes assuntos da nação.

O também sacerdote católico espera ainda dos deputados mais proximidade com os eleitores, sobretudo os de fora de Luanda.

“Eu creio que é necessário equilibrar um pouco o tempo em que os deputados estão nas sessões em Luanda e o tempo em que estão nas províncias. Que estejam mais ao alcance do cidadão porque costumo ficar com a ideia de que há muitas coisas da vida das comunidades que não se tem conhecimento em Luanda e creio que este deve ser a missão dos deputados”, alertou Simão.

O ex-deputado nas duas últimas legislaturas pela bancada do MPLA, Alfredo Bérner, olha para a composição do hemiciclo e antevê uma nova dinâmica.

“A nova legislatura está cheia de muita força. Se repararmos no novo quadro de nos apresenta o mosaico de deputados há muitos jovens não só na idade, mas jovens na estrutura e cheios de força eles vão dar o seu contributo e estamos a espera que eles cumpram com a sua missão”, antevê Bérner».

A abertura da 1ª sessão legislativa da IV legislatura deve ser ainda marcada pelo discurso sobre o estado da Nação a ser proferido pelo Presidente da República, João Lourenço.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG