Links de Acesso

Ossufo Momade critica a inoperância da “secreta” moçambicana na luta contra o terrorismo 


Ossufo Momade, presidente interino da Renamo

E Lutero Simango exige apoio aos deslocados

Os lideres da Renamo, principal partido da oposição moçambicana, Ossufo Momade, diz que o recrudescer do terrorismo na região norte do país, com os ataques a chegarem a Niassa, resulta de lacunas na inteligência.

Momade critica a inoperância dos serviços secretos, referindo que estes falharam na prevenção do terrorismo.

Ele lamenta a falta de resultados no combate ao terrorismo, que iniciou em 2017, e volta a criticar o facto de o governo não ter consultado os órgãos de soberania para que tropas estrangeiras viessem apoiar o país no combate a este mal.

Quem também alinha no mesmo diapasão é Lutero Simango, o recém-eleito presidente do MDM, que considera ser urgente o apoio à população afectada no regresso às zonas de origem.

Simango diz também que os raptos são outra ameaça à segurança dos moçambicanos.

O analista político Gilder Aníbal, os pronunciamentos dos líderes da oposição enquadram-se na vigilância ao Governo, mas julga que as Forças de Defesa e Segurança estão a registar progresso no combate ao terrorismo.

A fuga dos terroristas para Niassa, diz, está enquadrada nas baixas que vem tendo em Cabo Delgado.

Acompanhe:

Ossufo Momade critica a inoperância da “secreta” moçambicana na luta contra o terrorismo
please wait

No media source currently available

0:00 0:03:00 0:00


Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG