Links de Acesso

Organizações pedem investigação ao espancamento de activista na Guiné-Bissau

  • Lassana Casamá

Lesmes Monteiro a ser entendido numa clínica

Movimento Nacional da Sociedade Civil prepara nova manifestação contra o Presidente da República

O Movimento Nacional da Sociedade Civil da Guiné-Bissau apelou às autoridades que investiguem as circunstâncias em que ocorreu o espancamento do activista cívico e porta-voz da organização, Lesmes Monteiro, no passado dia 14.

Em comunicado divulgado nesta segunda-feira, 17, o Movimento diz estar preocupado com o ocorrido e argumenta que “o país encontra-se perante o Estado de Direito democrático, onde ninguém deve ser perseguido, excluído ou violentado pela sua opinião e manifestação sobre uma determinada situação relativo à governação”.

A organização apela ao Presidente da República “a usar a sua magistratura de influência para a saída da crise socio-política que ainda persiste na Guiné-Bissau”.

As organizações da sociedade civil condenam, por isso, o espancamento do activista Lesmes Monteiro e apelam a comunidade internacional a acompanhar a situação política prevalecente no país.

Após atendimento numa das clínicas de Bissau, Monteiro encontra-se actualmente refugiado numa instituição de caris social e religiosa, juntamente com alguns membros do movimento.

A plataforma, que reúne várias associações da sociedade civil, realiza no sábado, 22, mais uma manifestação contra o Presidente da República, a quem responsabiliza pela actual crise política na Guiné-Bissau.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG