Links de Acesso

Oposição são-tomense pede inquérito a vice-governadora do banco central


Edifício dos Tribunais, São Tomé e Príncipe

MLSTP/PSD quer investigação a denúncias de compra de apartamento de 250 mil euros

O Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe-Partido Social-Semocrata (MLSTP-PSD), oposição, pediu ao Ministério Público a abertura de um inquérito criminal sobre denúncias feitas nas redes sociais de actos de corrupção que envolvem a vice-governadora do banco central.

O secretário-geral do principal partido da oposição, Arlindo Barbosa, garantiu à saída da Procuradoria-Geral da República nesta terça-feira, 27, que “ em nome do MLSTP-PSD acabámos de entregar um pedido para abertura de um inquérito criminal face às informações nas redes socias e na opinião pública no caso que envolve a vice-governadora do banco central em relação a compra de um apartamento no valor de 250 mil euros”, pela governadora Massari Lima Fernandes de Sousa Pontes.

Barbosa afirmou que este pedido dos sociais-democratas está “associado o todo processo e às tramitações” no lançamento da “nova família da Dobra” (a nova moeda são-tomense) entrada há pouco menos de três meses em circulação no âmbito de um processo de reforma monetária.

Aquele partido instou ainda ao Ministério Público para que "avance com esse e outros processos” antes do period eleitoral que se azivinha.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG