Links de Acesso

Oposição acusa Governo angolano de não aceitar observadores independentes como parte da fraude

  • Coque Mukuta

André Mendes de Carvalho CASA CE

"Alguns observadores foram apenas turistas", diz dirigente da CASA-CE que interroga como é que CNE divulga resultados se votos ainda nao foram contados nas províncias

Partidos da oposição continuam a defender que o Governo angolano inviabilizou a presença de observadores convidados por eles convidados para viabilizar a fraude eleitoral levada a cabo pela Comissão Nacional de Eleições (CNE).

O Almirante André Gaspar Mendes de Carvalho “Miau”, vice-presidente da CASA-CE, não tem dúvidas que a “a inviabilização de observadores convidados pela oposição mostrava claramente uma arrogância por parte de quem organiza as eleições”.

Ela também acusa que muitos observadores foram apenas turistas e não tiveram qualquer desempenho enquanto tais.

“Quem não deve não teme, há uns que chegam aqui não têm peito para enfrentar o regime e por isso são apenas turistas”, sublinhou.

Kamalata Numa, candidato à liderança da UNITA. Angola
Kamalata Numa, candidato à liderança da UNITA. Angola

Por seu lado, Abílio Kamalata Numa, dirigente da UNITA considerou que muito observadores “não queriam se envolver nesta situação porque sabiam que o MPLA iria perder e não queriam produzir mentiras”.

Kamalata Numa disse à VOA que a CNE falhou e já não é um interlocutor válido para resolver a contenda eleitoral existente entre MPLA e a oposição.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG