Links de Acesso

O "jogo" de Putin com o Ocidente


Joe Biden e Vladimir Putin

Principais diplomatas dos EUA e da Rússia expressaram pouco optimismo quanto à redução das tensões entre os dois países nos encontros desta semana. Escute a análise de José Milhazes

As discussões debruçam-se, entre outras questões, sobre a acumulação maciça de tropas de Moscovo ao longo da fronteira com a Ucrânia e as exigências russas de garantias de segurança ocidentais.

"Vamos ouvir as preocupações da Rússia" sobre os exercícios militares da NATO na Europa Central e Oriental, disse o secretário de Estado Antony Blinken ao programa "Estado da União" da CNN, mas acrescentou: "Vão ter de ouvir as nossas" sobre as 100.000 tropas que a Rússia acumulou ao longo do flanco oriental da Ucrânia.

Entretanto, a agência noticiosa estatal russa RIA citou o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros, Sergei Ryabkov, como dizendo ser inteiramente possível que as conversações EUA-Rússia, marcadas para começar no domingo à noite e continuar na segunda-feira em Genebra, pudessem terminar abruptamente após uma única reunião.

José Milhazes é um jornalista português que viveu e cobriu a Rússia durante décadas.

Em conversa com a VOA, ele diz que não há alternativa a não ser a diplomacia e que a Ucrânia não está hoje na mesma posição de fragilidade militar que se encontrava quando Moscovo anexou a península Crimeia reivindicada por Kiev, em Março de 2014.

O jogo de Vladimir com o Ocidente
please wait

No media source currently available

0:00 0:07:35 0:00


Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG