Links de Acesso

Nyusi mantém medidas restritivas e aposta na vacinação em massa para prevenção da COVID-19


Filipe Nyusi

E suspende aulas em Vilankulo, Maxixe e Massinga, na província de Inhambane

O Presidente da República, Filipe Nyusi, manteve, nesta sexta-feira, 13, as medidas restritivas de prevenção anunciadas a 16 de Julho, para reduzir o impacto da propagação do novo coronavirus.

Nyusi mantém medidas restritivas e aposta na vacinação em massa para prevenção da COVID-19
please wait

No media source currently available

0:00 0:03:25 0:00

Para conter a propagação do vírus, Nyusi suspendeu as aulas presenciais em todos os subsistemas de ensino nas cidades de Vilankulo, Maxixe e vila de Massinga, na província de Inhambane.

As medidas que vão manter-se incluem o início do recolher obrigatório nocturno a partir das 21:00 horas e aplicam-se a todas as cidades e vilas.

Todos os eventos sociais, públicos ou privados continuam interditos, excepto casamentos e funerais, nos quais será permitida apenas a presença de um número reduzido de pessoas.

Os estabelecimentos de comércio, restauração, padarias, pastelarias, lojas de conveniência continuarão a fechar as 18:00 Horas.

As medidas vão vigorar por mais 30 dias, devendo a contagem iniciar a 16 de Agosto.

Maputo: Covid impõe pressão nos hospitais da capital moçambicana
please wait

No media source currently available

0:00 0:03:16 0:00

Nos próximos 15 dias o Presidente moçambicano poderá fazer uma comunicação de avaliação das medidas em vigor.

A manutenção das medidas teve em conta o facto de se perspectivar o pico da terceira vaga da COVID-19.

Vacinas

Na sua comunicação à Nação, Nyusi fez referência ao facto de a terceira vaga da pandemia estar a ser mais grave que as duas anteriores, pressionando o sistema nacional de saúde em várias províncias.

Nyusi disse que só em Julho foram registados 46806 casos, 1972 internamentos e 555 mortes por COVID-19, “o maior número registado num único mês desde o início da pandemia em Moçambique”.

Governo de Nampula vacina motoristas de transportes públicos
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:29 0:00

“Nos primeiros 13 dias do mês de Agosto corrente, já registamos 15385 casos, 649 internamentos e 256 mortes por COVID-19, números que indicam que a situação pode ser tão grave como no mês anterior, o que muitos nos preocupa”, disse Filipe Nyusi.

A vacinação massiva para a imunização da população contra a COVID-19 é uma das apostas do Governo, que no âmbito da campanha iniciada a 4 de Agosto já vacinou 800 mil pessoas com a primeira dose. Mais de 500 mil pessoas já tomaram as duas doses desde o início deste processo em Março último.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG