Links de Acesso

Nyusi desafia Frelimo a definir "modus operandi" para enfrentar os desafios

  • Redacção VOA

Filipe Nyusi

Presidente do partido e da república aponta a paz e o custo de vida dos cidadãos como grandes objectivos

O presidente da Frelimo desafiou os membros do Comité Central do partido no poder em Moçambique a arquitectar o modus operandi da organização para responder aos desafios e anseios dos cidadãos.

Ao intervir na abertura do órgão que vai preparar o próximo congresso do partido, Filipe Nyusi apontou a paz e o custo de vida como objectivos imediatos.

"Vamos nos debruçar sobre grandes questões que preocupam o nosso povo: a paz e o custo de vida", disse Nyusi que disse ser o momento de "arquitectar o ‘modus operandi' do Frelimo.

Sem avançar detalhes, que ficaram reservados para a reunião que acontece a portas fechadas, o também Presidente de Moçambique desafiou os dirigentes do partido a “ compreender o momento em que a Frelimo está a governar Moçambique, que ansiedades e prioridades reinam no seio dos moçambicanos".

O 11.º Congresso da Frelimo realiza-se de 26 de Setembro a01 de Outubro de 2017 na Matola, arredores de Maputo, e terá por tarefas principais a preparação das eleições autárquicas a 10 de Outubro de 2018 e eleições gerais no ano seguinte.

Fontes da VOA adiantam que a situação das dívidas ocultas, em particular o relatório da auditoria internacional ainda não divulgada, vai merecer a atenção dos membros do Comité Central que querem conhecer os detalhes.

A reunião, no entanto, é estricta aos membros do órgão e sem a presença de convidados.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG