Links de Acesso

Novo livro sobre Mandela retirado das prateleiras a pedido da família


Nelson Mandela

A viúva de Mandela, Graça Machel, ameaçou processar o autor, o que foi apoiado pela família.

A editora Penguin retirou, ontem, do mercado sul-africano o livro “Mandela´s Last Years” (os últimos anos de Mandela), após familiares próximos terem apresentado queixas sobre o seu conteúdo.

O livro escrito pelo médico militar Vejay Ramlakan, que assistiu Mandela nos últimos anos, apresenta detalhes que a família considera confidenciais.

A editora disse que o livro pretendia revelar a coragem e determinação de Mandela até os seus últimos momentos de vida e não pretendia de forma nenhuma desrespeitá-lo.

A viúva de Mandela, Graça Machel, ameaçou processar o autor, o que foi apoiado pela família.

Machel sublinhou que o autor violou a confidencialidade médico-doente.

Nelson Mandela morreu em 2013, aos 95 anos, após prolongada doença. Foi esculado que o carismático líder era mantido vivo por aparelhos por razões políticas.

A Fundação Nelson Mandela informou que o livro não deveria ter sido publicado e que estava a avaliar as suas imprecisões.

O autor disse à imprensa sul-africana que tivera permissão da família, sem contudo especificar.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG