Links de Acesso

No Lucapa não há água mas há quem tire lucro com isso


Cidadaos daquele região da Lunda Norte esperam por água há dois anos

A falta de água potável na localidade do Lucapa na Lunda Norte é um pesadelo para os residentes mas constitui uma fonte de lucro para alguém.

Lucapa sem água nos canos há dois anos - 1:57
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:57 0:00

As obras do centro de captação e tratamento de água encontram-se paralisadas há dois anos e o local passou a ser o ponto de abastecimento dos camiões cisternas, cujos proprietários são obrigados a pagar 1.500 kwanzas ao cidadão Benjamim Milonde, que se diz ser o fiscal de abastecimento.

Milonde disse ter ordens do administrador para cobrar 1.500 kwanzas a cada camião.

Mas camionistas no local, entre eles Paulo Bafurada e Clemente João, dizem que pagam dois mil Kwanzas por cada abastecimento.

A água é depois levada à população local e consumidores disseram pagar entre 700 e 800 kwanzas por cada barril.

Por outro lad,o a população tem usado rios e riachos para lavagem de roupa

O administrador do município do Lucapa Rogério Fangana garantiu que as obras seguem o seu curso normal:

“O projecto existe e está a cargo da empresa CIMITEC, uma empresa Chinesa no quadro da linha de financiamento da China”, disse

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG