Links de Acesso

Camponeses ficam sem terra em Nampula

  • Adina Sualehe

Sede do Governo de Nampula, Moçambique

Autoridades prometem resolução do problema, mas não indicam data.

Alguns camponeses na area de Ratane C, na cidade de Nampula, estão desapontados com as autoridades municipais por alegadamente lhes ter retirado as suas terras de cultivo.

No total são treze famílias afectadas e o espaço está agora na posse do Ministério da Saúde que pretende construir o Hospital Geral da província de Nampula e um armazém de medicamentos.

As famílias afectadas dizem que em 2014 uma brigada do município da cidade de Nampula deslocou-se a Ratane C, na cidade de Nampula, para fazer o levantamento do número de pessoas abrangidas e apurar a indemnização a receber, bem como atribuir um espaço para continuarem as suas actividades agrícolas.

Desde então o silêncio é total.

Agora, no momento em que aquelas pessoas preparam-se para mais um ano agrícola, com a sementeira pronta, as autoridades enviaram equipamentos para limpar a área, na qual, supostamente, será construído um hospital.

A população local está revoltada.

No entanto, o director da Urbanização e Gestão de Terras no município da cidade de Nampula Tapo Kara justificou o atraso com uma falha no desembolso do valor pelo sector da saúde para indemnização dos afectados pelas obras de construção do armazém...

Sem avançar o montante, Kara garantiu que as indemnizações serão pagas em breve.

Quanto à atribuição de novos espaços para os camponeses, aquele responsável não adiantou nenhuma informação.

Enquanto isso os camponeses questionam como poderão sobreviver diante das dificuldades e sem terra para cultivar.

XS
SM
MD
LG