Links de Acesso

Número de civis mortos no Afeganistão é o mais alto dos ultimos 10 anos


Mais de 60% das baixas entre civis atribuídas aaos rebeldes

As Nações Unidas disseram que mais de 3.800 civis foram mortos o ano passado na guerra no Afeganistão, incluindo 927 crianças.

É o numero mais altos de mortes entre civis nos últimos 10 anos.

Quase 7.200 civis foram feridos e na sua totalidade as baixas entre civis aumentaram 5% em relação a 2018, disse a Missão de Ajuda da ONU no Afeganistão, UNAMA.

O relatório atribuiu o aumento de baixas entre os civis a ataques suicidas de uma organização afiliada ao Estado Islâmico, (Estado Islâmico na Província de Khorasan - ISKP) e também a ataques aéreos e operações de buscas de forças pro governamentais.

A UNAMA diz que 63% das baixas entre a população civis podem ser atribuídas a forças antigovernamentais, nomeadamente 37% aos Talibã, 20% ao ISKP e 6% a forças cuja afiliação se desconhece.

O director da UNAMA, Tadamichi Yamamoto disse que o relatório sublinha a necessidade de se fazerem “todos os esforços para se alcançar a paz”.

Esta foi a primeira vez numa década que a UNAMA registou mais de 1.000 baixas civis, incluindo 536 resultantes de operações aéreas.

A UNAMA disse que as forças internacionais lideradas pelos Estados Unidos foram responsáveis por 60% das baixas resultantes de operações aéreas.

Dados oficiais indicam que os Estados Unidos deitaram o ano passado 7.362 bombas no Afeganistão o número mais alto num só ano na última década

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG