Links de Acesso

Músicos cantam poemas de Agostinho Neto

  • Pedro Dias

Agostinho Neto

O primeiro presidente de Angola Agostinho Neto provávelmente nunca pensou que os seus poemas fossem um dia transformados em música.

Mas foi isso que aconteceu quando de 10 a 17 de Setembro os angolanos comemoraram a semana do Herói Nacional em Homenagem ao seu primeiro Presidente.

Durante sete dias foram realizadas várias actividades de carácter culturais e desportivas. Neto para além de médico, político também era um homem de cultura, era poeta.

Vários músicos também juntaram-se às homenagens e soltaram as vozes cantando os poemas musicados de Agostinho Neto.

Zé Kafala, Tabonta, Dom Caetano, Mito Gaspar entre outros, são chamados durante este período para interpretarem as canções antes poemas musicados pelos artistas do canto.

Fortunato Magalhães Ribeiro, investigador cultural e apaixonado pela poesia de Agostinho Neto diz ter a certeza que “ o poeta jamais será esquecido, por mais que tentem, porque o homem morre mas as suas obras permanecem para sempre”.

Para Beto Van-Dúmen amigo e antigo Ministro do Comércio da Governação de Agostinho Neto, muitos angolanos ainda sentem saudades do fundador da nação.

“Tomara que Neto continuasse vivo nestes 38 anos de morte, se as lágrimas fossem suficientes para traze-lo de volta então já o teríamos de volta”, disse o político.

O Dia do Herói Nacional é uma comemoração nacional angolana, em memória do Doutor Agostinho Neto, nascido no dia 17 de Setembro de 1922 em Kaxicane- Localidade de Icolo e Bengo, arredores de Luanda. Foi o primeiro Presidente de Angola durante pouco menos de quatro anos.

António Agostinho Neto foi um médico, formado nas Universidades de Coimbra e de Lisboa. Fez parte da geração de estudantes africanos que viria a desempenhar um papel decisivo na independência dos seus países naquela que ficou designada como a Guerra Colonial Portuguesa.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG