Links de Acesso

MPLA acusa oposição de antecipar "uma situação de perturbação"

  • Redacção VOA

Bornito de Sousa (esq) e João Lourenço (dir)

João Martins diz que oposição quer inviabilizar processo eleitoral

O MPLA acusou a oposição angolana de querer inviabilizar o processo eleitoral, com as críticas que está a fazer à Comissão Nacional Eleitoral (CNE), apesar da avaliação positiva feita pelos observadores internacionais.

"A oposição não quer ver os resultados definitivos publicados, quer antes antecipar com uma situação de perturbação, para inviabilizar a publicação desses resultados", disse o secretário do Bureau Político do MPLA para os assuntos políticos e eleitorais, João Martins, acusando ainda os partidos da oposição de estarem a instruir os seus membros nas comissões provinciais eleitorais e na CNE para não assistirem às operações de apuramento, o que considerou ser "um acto impróprio".

Para Martins, o processo eleitoral tem estado a merecer “uma avaliação positiva por parte dos observadores nacionais e internacionais” e pediu paciência aos militantes do MPLA para festejarem apenas após a divulgação dos resultados finais.

“Desse comportamento não podemos ter outra leitura, há sempre um contencioso eleitoral e se tiverem reclamações a fazer é em sede do contencioso eleitoral que elas devem ocorrer e não na praça pública, como parece que vai ser a estratégia a ser seguida pela oposição", reforçou João Martins, reiterando que o partido no poder está atento e à espera dos resultados definitivos.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG