Links de Acesso

Os ganhos são enormes mas nem tudo vai bem em Moçambique


Marcha do Dia da Paz em Moçambique 4 de Outubro (Foto SAPO)

Para o economista Ragendra de Sousa, a economia do país ainda tem muitas fragilidades. Escolas precárias e corrupção, outra dor de cabeça para os cidadãos.

Para o economista Ragendra de Sousa, a economia de Moçambique ainda tem muitas ragilidades. Escolas precárias e corrupção, outra dor de cabeça para os cidadãos.

Uma partilha da riqueza mais justa, é o que defende o empresário Fernando Couto, empresário; Ragendra de Sousa, sociólogo de desenvolvimento e economista; Francisco Mazoio, Porta-voz do Movimento Sindical moçambicano; Abel baptista, taxista, e Maria de Fátima, tesoureira.

Estas são as pessoas que falaram à Voz da América sobre os vinte anos de paz em Moçambique.

Uma paz que, apesar de todas as preocupações apresentadas, todos acreditam, veio para ficar.

please wait

No media source currently available

0:00 0:05:35 0:00
Faça o Download
XS
SM
MD
LG