Links de Acesso

Moçambique: Morreu o escritor Calane da Silva


Calane da Silva, escritor moçambicano (Foto: Ouri Pota)

Em 2011 recebeu o Prémio José Craveirinha, o maior galardão literário moçambicano, em reconhecimento da sua carreira na literatura e no ensaio

Morreu, nesta sexta-feira, 29, em Maputo, o reputado poeta e escritor moçambicano Calane da Silva.

Nos últimos dias, Calane estava hospitalizado. Tinha complicações relacionadas com a Covid-19.

Raul Alves Calane da Silva, nascido em Maputo, a 20 de Outubro de 1945, foi jornalista, tendo sido chefe da redacção da Televisão Experimental de Moçambique e coordenador da secção cultural da revista Tempo.

Em 1982 lançou o livro de poemas Dos meninos da Malanga, que foi seguido por, pelo menos, outras 10 obras, incluindo Xicandarinha na lenha do mundo, Gil Vicente: folgazão racista?, Ao mata bicho, Nyembêtu ou as Cores da Lágrima, Pomar e Machamba ou Palavras.

Em 2011 recebeu o Prémio José Craveirinha, o maior galardão literário moçambicano, em reconhecimento da sua carreira na literatura e no ensaio.

Doutor em Linguística Portuguesa pela Universidade do Porto, Calane da Silva era docente da Universidade Maputo.

Entre outras actividades, Calane da Silva dirigiu o Centro Cultural Brasil-Moçambique em Maputo.

(Notícia em actualização).

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG