Links de Acesso

Moçamedes celebra a Efiko

  • Armando Chicoca

Rito de passagem de meninas da adolescência para a idade adulta nas comunidades Nhaneca, Humbi, Mucubais e Kwanhamas.

A cidade de Moçâmedes, na província angolana do Namibecomemorou no domingo, 8, a festa de puberdade com 180 “Mufikos”.

A festa vulgarmente conhecida por “Efiko” é um dos pontos mais altos da festa tradicional das comunidades Nhaneca, Humbi, Mucubais, Kwanhamas, ou sejada população da região sul de Angola, criadora de gado, que marca a transição das meninas da fase de adolescente para adulta.

Pelo menos 100 cabeças de gado foram abatidas e consumidas, além de 180 cabritos igualmente sacrificado,s conforme determina a tradição.

O pavilhão Welwitschia Mirabilis marcou a celebração da missa de acção de graças presidida pelo Padre da Arquidiocese do Lubango Abraão Tchipa.

O presidente da Associação Solidariedade Nhaneca Humbi,Tchova Joaquim, disse à VOA que “viver sem cultura é igual a um homem de gravata no pescoço mas sem camisa”.

Tchova explica a diferença da festa de Efiko sob doutrina cristã e a que é feita nos quimbos sob alçada de mitos considerados pela Igreja de pecaminosos.

Nas zonas rurais, quem se engravida sem ter passado primeiro pelo ritual de Efiko sofre penalizações por conta dos feiticeiros.

XS
SM
MD
LG