Links de Acesso

Caos nos transportes urbanos moçambicanos

  • Ramos Miguel

Analistas responsabilizam autoridades pela situação

A questão de transporte nos centros urbanos moçambicanos vem sendo negligenciada há vários anos e o analista Moisés Mabunda considera que "isso é consequência da nossa deficiente visão de desenvolvimento".

Especialistas dizem que a caótica situação que se vive no transporte urbano em Moçambique é consequência da deficiente visão de desenvolvimento das autoridades.

Moisés Mabunda destaca que "desde os anos 70 que se vem alertando que haveria uma explosão na população urbana, mas nós fizemos muito pouco em termos de programar a expansão das cidades e o transporte urbano, sendo por isso que vemos camiões a transportar pessoas em vez de gado."

Para o analista Fernando Gonçalves, a situação é caótica porque o Estado abdicou das suas responsabilidades em matéria de transporte urbano, sobretudo porque o Governo, com a adopção do sistema de economia de mercado, acreditou que o sector privado iria resolver o problema do transporte urbano.

"Hoje o Governo está a ser alvo de chantagem pelos três sectores que existem na área dos transportes, incluíndo o público, porque sabem que o Executivo está fragilizado e vai deixar fazer aquilo que querem", afirma aquele analista.

O ministro moçambicano dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita, diz que o Governo está a tentar mitigar esse sofrimento, através de investimentos no sector.

Refira-se que a questão do transporte urbano foi um dos assuntos dominantes na recente visita do Chefe de Estado moçambicano Filipe Nyusi, ao Japão.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG