Links de Acesso

Apesar da crise de água e energia, habitantes de Moatize mostram-se confiantes

  • Francisco Júnior

Cidadãos procuram água em Moatize, Moçambique

Exploração de carvão vai potenciar desenvolvimento do município.

Crise de água e de energia elétrica são problemas graves em Moatize, uma autarquia da província central moçambicana de Tete.

Mas apesar desses problemas, os seus habitantes mostram-se contentes porque, dizem o município está a crescer e que há muitas e novas infraestruturas.

Moatize tem mais de 50 mil habitantes, localizada a 20 quilómetros da capital provincial de Tete está a registar crescimento assinalável graças aos megaprojectos.

Em Moatize, estão concentradas algumas das mais importantes companhias que exploram o carvão mineral.

Estação de Moatize, Moçambique
Estação de Moatize, Moçambique

Segundo estudos geológicos efectuados por diversas empresas, em Tete existem cerca de 20 mil miliões de toneladas de recursos de carvão medidos e inferidos.

Boa parte dessas reservas estão no subsolo de Moatize.

A instalação das mineradoras trouxe muitas mais-valias, mas os munícipes dizem que há dois problemas que são sérios e que não deixam ninguém dormir sossegado: água e energia eléctrica.

A crise é aguda.

Carlos Portimão, presidente do Conselho Municipal de Moatize, dá a mão à palmatória e sabe que esses problemas existem.

Entretanto, diz estar a trabalhar para os resolver, nomeadamente a crise de energia eléctrica.

Num comunicado enviado à VOA a Delegação do Fundo de Investimento e Património do Abastecimento de Água (FIPAG) fez saber que há um projecto em curso para implementar até 2018 e que prevê a abertura de um total de seis novas fontes de abastecimento de água, no município de Moatize.

Trata-se de projectos que, diz o FIPAG, vão ajudar a minimizar, a curto e médio prazos, o problema da falta de água, na vila carbonífera de Moatize.

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG