Links de Acesso

Ministro moçambicano das Finanças refuta denúncia de novos empréstimos

  • Ramos Miguel

Governo de Moçambique diz que esclareceu tudo

CIP disse que Governo contraiu novos empréstimos em 2015 e 2016

O ministro moçambicano da Economia e Finanças, Adriano Maleiane, negou que existam mais dívidas ocultas num valor superior a 100 milhões de dólares.

Maleiane reagia assim a um relatório do Centro de Integriade Pública (CIP) revelado na semana passada que indicou que em 2015 e 2016, o Governo contraiu novos empréstimos sem o conhecimento do Parlamento, como estipula a lei.".

O governante precisou que "tudo o que havia a esclarecer sobre o registo da dívida está claro".

O CIP, no entanto, disse que o executivo contraiu uma dívida no EximBank da China no valor de cerca de 65 milhões de dólares a favor da Administração Nacional de Estradas e de 47 milhões de dólares para o Porto de Pescas da Beira, igualmente junto da EximBank da China.

Várias organizações da sociedade civil queixam-se da falta de informação relevante sobre a dívida pública e o Orçamento de Estado.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG