Links de Acesso

Ministro da Saúde do Brasil demite-se um mês depois de assumir o cargo


Jair Bolsonaro (esq) e Nelson Teich (dir), a 16 de abril

O ministro brasileiro da Saúde, Nelson Teich, pediu a demissão do cargo nesta sexta-feira, 15, uma dia antes de completar um mês à frente do cargo.

"A vida é feita de escolhas e hoje escolho sair"
please wait

No media source currently available

0:00 0:00:17 0:00

Teich tomou posse a 17 de abril em substituição de Luiz Henrique Mandetta, que também apresentou discordâncias com o Presidente Jair Bolsonaro sobre as medidas de combate ao coronavírus.

COVID-19: Bolsonaro troca ministro da Saúde e quer relaxar o isolamento social
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:06 0:00

Nos últimos dias, o Presidente e Teich tiveram desentendimentos sobre o uso de cloroquina no tratamento da Covid-19, que não é aprovada pela comunidade médica, e quanto à continuidade ou não das restrições.

Na terça-feira, Jair Bolsonaro aprovou um decreto que ampliou as atividades essenciais no período da pandemia, autorizando a abertura de salões de beleza, barbearia e ginásios, sem o conhecimento do ministro.

Ele foi informado pelos jornalistas na conferência de imprensa diária de atualização dos casos da pandemia, tendo Teich deixado de marcar presença na mesma desde então.

Nesta manhã, Nelson Teich foi chamado para uma reunião no Palácio do Planalto, onde reuniu-se com Bolsonaro.

Ao regressar ao Ministério, o oncologista pediu a demissão do cargo.

Na nota, Teich fala em "incompatibilidades" com o Presidente Jair Bolsonaro.

O Brasil tem até agora 202.918 casos e 13.993 mortes provocadas pela Covid-19.

É o sexto país com mais casos e mortes.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG