Links de Acesso

Militantes da UNITA no Uíge acusam sobas de serem instrumentalizados pelo MPLA


Uma dezena diz ter sido expulsa do município de Bembe

Militantes da UNITA acusam o MPLA de instrumentalizar as autoridades tradicionais para os expulsar das aldeias do município do Bembe, a cerca de 170 quilómetros da sede capital da província do Uíge.

A informação foi avançada por cerca de 10 militantes que se sentem discriminados por pertencerem ao partido dos “maninhos” naquela municipalidade.

“Os sobas nas aldeias estão a desculpar-se dizendo que os terrenos são do Estado e nós da UNITA não temos espaço, e mandam jovens da JMPLA para destruir as nossas casas”, denunciou Alexandre Sebastião.

Kianco Mansoni acrescentou que as mesmas dificuldades “estão a ser vivenciadas por militantes da UNITA na comuna do Lucunga e na aldeia Quimaria”.

Contactados, os membros do partido no poder preferiram não prestar nenhum comentário a respeito.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG