Links de Acesso

Messi é Bola de Ouro pela sétima vez


Leonel Messi recebe sétimo troféu Bola de Ouro em Paris, 29 de Novembro de 2021

Argentino ganhou na corrida o alemão Robert Lewandowski

O argentino Leonel Messi conquistou a sua sétima Bola de Ouro como melhor jogador de futebol do mundo, atribuído nesta segunda-feira, 29, no Théâtre du Châtelet, em Paris, pela revista francesa "France Football".

Com esta conquista, “La Pulga” destaca-se como o futebolista com mais troféus de melhor jogador do mundo, agora a dois títulos de distância do português Cristiano Ronaldo.

De acordo com as votações de 180 jornalistas de diversos países, em segundo lugar ficou o polaco Robert Lewandowski, do Bayern de Munique, e em terceiro, e o ítalo-brasileiro Jorginho, seguido de Benzema (Real Madrid), Kanté (Chelsea) e Cristiano Ronaldo (Manchester United).

No discurso de vitória, Messi disse que era “uma noite bastante especial.

“É uma honra lutar lado a lado com Lewandowski, que foi o vencedor da Bola de Ouro do ano passado. A France Football também te deveria dar o troféu. Foste um justo vencedor e devias de ter este troféu em casa», afirmou o jogador do PSG, quem reconheceu o peso da vitória da selecção argentina na Copa América na final contra o Brasil.

“Muitas vezes ganhei esse prémio e tinha a sensação de que algo faltava, mas esse ano foi diferente. Eu consegui o sonho que eu tanto queria, depois de ter tropeçado tantas vezes, escorregado na hora H, e muito desse prémio vem do que fizemos na Copa América, e quero dividir esse prémio com meus colegas de selecção”, disse.

O prémio Kopa, para o melhor jogador com menos de 21 anos da Europa, foi para o médio Pedri, do Barcelona, que venceu Jude Bellingham (Dortmund), Jamal Musiala (Bayern de Munique) e Nuno Mendes (PSG), português e descendente de angolanos.

Entre os postes, o italiano Gianluigi Donnarumma conquistou o Troféu Yashin de 2021, numa corrida contra Édouard Mendy (Chelsea), Jan Oblak, (Atlético de Madrid), Ederson (Manchester City) e Manuel Neuer (Bayern de Munique).

No futebol feminino, a espanhola Alexia Putellas, do Barcelona, conquistou a Bola de Ouro, e, no seu discurso, emocionada, dedicou o prémio às companheiras do Barça e ao pai, Jaume Putellas, que faleceu em 2012.

“É muito especial ter aqui na plateia minhas colegas, vivemos tantas coisas juntas, e passar agora por esse momento me deixa muitíssimo feliz. Gostaria de começar agradecendo a todas as minhas colegas, com quem joguei ao longo da carreira e aquelas com quem jogo hoje. É um prémio individual mas eu divido com vocês”, afirmou.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG