Links de Acesso

Maioria dos brasileiros responsabiliza Presidente Bolsonaro pela crise da pandemia da Covid-19


Presidente brasileiro Jair Bolsonaro em cerimónia no Palácio do Itamaraty, 22 Outubro 2020

Sondagem do Instituto Datafolha conclui que 42 por cento dizem que o Presidente deve mudar a situação e 20 por cento apontam o dedo aos governadores de Estado

Uma pesquisa do Instituto Datafolha revela que 54 por cento dos brasileiros classificam de má ou préssima a gestão da pandemia da Covid-19 pelo Presidente Jair Bolsonaro, enquanto 22 por cento dão nota óptima ou boa ao seu desempenho.

Em Janeiro, apenas 48 por cento consideravam má ou péssima a gestão do Presidente e 26 por cento atribuiram boa nota a Bolsonaro na gestão da crise provocada pelo novo coronavírus.

De acordo com a pesquisa revelada na terça-feira 16, pelo jornal Folha de São Paulo, 43 por cento dos entrevistados acreditam que Bolsonaro é o principal culpado pela situação da crise sanitária.

Em segundo lugar, mas a boa distância, surgem os governadores de Estado, 17 por cento de responsabilidade, presidentes de câmaras, 9 por cento, e população, 6 por cento.

Quanto a responsabilidades na mudança da situação no Brasil, que é grave e apontada pela Organização Mundial da Saúde como uma ameaça global, 42 por cento indicaram Jair Bolsonaro, 20 por cento apontaram para os governadores, 17 por cento para os presidentes de câmaras e um por cento para a população.

Em Março de 2020, no início da pandemia, de acordo com o mesmo Insituto Datafolha, 35 por cento dos brasileiros consideravam de muito boa a gestão de Bolsonaro e 33 davam nota de má ou péssima.

A sondagem foi realizada por telefone nos dias 15 e 16 de Março e ouviu 2.023 pessoas.

A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Refira-se que entre segunda e terça-feiras, o Brasil registou 2.798 mortes, ascendendo o total de vítimas mortais a 282 mil, de um total acumulado de casos de 11.603.535.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG