Links de Acesso

Lourenço defende unidade nacional no Cunene, UNITA diz não haver novidades

  • Redacção VOA

João Lourenço esteve no Cunene

Salvador Freire alerta que Lourenço ainda não é candidato do MPLA

Em acto político de apresentação como cabeça-de-lista do MPLA às eleições gerais deste ano, João Lourenço disse reconhecer o sacrifício do povo heróico do Cunene na resistência à invasão das tropas sul-africanas em Angola.

Lourenço falou da unidade nacional e da importância da diversidade cultural angolana como um bem nacional e prometeu combater a discriminação social, caso venha a ser eleito Presidente da Republica.

Em reacção,o secretário provincial do Cunene da UNITA, Lazaro Kakunha disse à VOA que João Lourenço não trouxe nada de novo para o povo do Cunene que durante muitos anos foi usado pelo partido no poder.

Por seu lado, o presidente da Associação Mãos Livres, Salvador Freire, alerta que, do ponto de vista jurídico-legal, João Lourenço ainda não é candidato às presidenciais.

O jurista fala em aproveitamento político e vai mais longe ao afirmar que ”o Comité de Especialidade de juristas do MPLA deve travar esta ilegalidade”.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG