Links de Acesso

Laboratórios da Suécia e França confirmam envenenamento do líder da oposição russa


Alexei Navalny (Foto de Arquivo)

O Governo alemão revelou nesta segunda-feira, 14, que laboratórios da França e da Suécia confirmaram que o opositor russo Alexei Navalny foi envenenado com o agente neurotóxico do tipo novichok.

O porta-voz da chanceler Angela Merkel, Steffen Seibert, informou que Berlim pediu a França e Suécia "uma revisão independente da evidência alemã a partir de novas amostras de Navalny", que “confirmam o envenenamento”.

"Berlim solicitou à Organização para a Proibição das Armas Químicas (Opaq) a análise das provas do caso Navalny", acrescentou Seibert, reiterando que a Opaq "extraiu amostras de Navalny e tomou as medidas necessárias para as análises nos laboratórios de referência da organização”.

O Governo alemão, ainda segundo o porta-voz, reitera “o pedido para que a Rússia apresente explicações sobre o que aconteceu".

A Rússia continua a negar a acusação apesar das evidências científicas.

O novichok é um tipo de substância química criada pelos soviéticos nos anos de 1970 e o uso constitui uma violação grave da Convenção sobre as Armas Químicas.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG