Links de Acesso

Julgamento de moçambicanos na África do Sul muda de tribunal


브렛 캐버노 연방대법관 지명자에 대한 상원 청문회에 성폭력 피해 증인으로 출석한 크리스틴 블레이시 포드 교수가 증언하고 있다. 포드 교수는 이 자리에서 1980년대 초반 캐버노 지명자가 자신을 성폭행하려 했다고 밝혔다. 

Os dois casos criminais de tráfico de moeda estrangeira e de droga pesada por moçambicanos passam do tribunal distrital de Barberton para o tribunal regional da cidade de Nelspruit.

O primeiro caso do tráfico de milhões de dólares, euros e milhares de randes foi transferido nesta sexta-feira, 27,e o julgamento está marcado para 26 de Julho.

please wait

No media source currently available

0:00 0:01:33 0:00
Faça o Download

Os acusados permanecem em liberdade condicional sob caução.

O advogado de defesa Andre Steencamp concorda e confirma que a investigação ja terminou.

O outro moçambicano detido a 5 de Março com 50 quilos de droga pesada foi posto em liberdade condicional sob fiança de cinco mil randes, mas não pode sair da África do Sul e deverá apesentar-se três dias por semana à Policia.

O início do julgamento está marcado para 21 de Junho em Barberton sendo depois transferido para Neslpruit.

O seu advogado, Peter Naude concorda e diz que isto é um sinal de que o sistema judicial sul-africano ainda funciona.

A transferência dos casos para Nelspruit deve-se ao facto de os crimes cometidos envolverem muito dinheiro e não poderem ser julgados num tribunal distrital de pequena instância.

A Interpol e as autoridades moçambicanas colaboram com procuradores sul-africanos na investigação destes casos

XS
SM
MD
LG