Links de Acesso

Juiz do Supremo Tribunal Federal do Brasil morre em acidente de avião

  • Redacção VOA

Teori Zavascki estava de férias

Teori Zavascki era o relator da operação Lava Jato.

O juiz do Supremo Tribunal Federal (STF) do Brasil ministro Teori Zavascki morreu na tarde desta quinta-feira, 19, aos 68 anos, após a queda de um avião em Paraty, no litoral sul do Rio de Janeiro.

A morte de Zavascki foi confirmada pelo filho do magistrado Francisco Zavascki numa rede social.

"Caros amigos, acabamos de receber a confirmação de que o pai faleceu! Muito obrigado a todos pela força!", escreveu o filho.

Além dos processos regulares no STF, o ministro acumulava mais de 50 inquéritos e acções penais da Lava Jato, a operação de combate à corrupção e que tem colocado na prisão dezenas de empresários e políticos.

No momento, o caso mais importante, que ainda aguardava sua homologação, era o acordo já feito entre a justiça e de 77 executivos da Odebrecht.

Teori Zavascki estava de férias.

A Infraero, agência que administra os aeroportos brasileiros, informou que a aeronave prefixo PR-SOM, modelo Hawker Beechcraft King Air C90, decolou às 13 horas e 1 minuto do Campo de Marte, na capital paulista.

Segundo o aeroporto de Paraty, o avião caiu a dois quilómetros de distância da cabeceira da pista.

A Força Aérea Brasileira (FAB) informou que quatro pessoas estavam a bordo.

A Anac, a agência que regula o sector, informou que a documentação da aeronave estava em dia, com o certificado válido até Abril de 2022 e inspecção da manutenção (anual) válida até Abril de 2017.

O dono e operador da aeronave é o Hotel Emiliano, cujo dono é amigo de Teori Zavascki.

Viúvo desde 2013, o juiz deixa três filhos.

Zavascki foi nomeado para o STF em 2012 por indicação da antiga Presidente, Dilma Rousseff.

O magistrado teve o nome aprovado no Senado com 54 votos favoráveis e quatro contrários.

Não há ainda qualquer detalhe sobre a queda do aparelho.

XS
SM
MD
LG