Links de Acesso

Juan Gaidó declara-se Presidente interino da Venezuela


Juan Guaidó, líder da Assembleia Nacional

Pelo menos quatro pessoas já morreram em protestos nos dois últimos dias

O presidente da Assembleia Nacional da Venezuela e líder da oposição, Juan Guaidó, declarou-se nesta quarta-feira, 23, Presidente interino do país, num dia de muitos protestos no país.

"Em condição de presidente da Assembleia Nacional, ante Deus, Venezuela, em respeito a meus colegas deputados, juro assumir formalmente as competências do executivo nacional como presidente interino da Venezuela", afirmou Guaidó com a Constituição na mão e diante dos manifestantes.

O acto foi realizado durante manifestação de opositores ao governo de Nicolás Maduro em Caracas.

Venezuela vive dias de crise
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:13 0:00

Entretanto, desde ontem pelo menos quatro pessoas morreram em protestos contra Nicolás Maduro.

O Observatório Venezuelano de Conflituosidade Social (OVCS), disse queos protestos contra o novo mandato de Maduro multiplicaram-se durante a última noite, passando de 30 na noite de segunda-feira para 63, na noite de terça-feira, na grande Caracas.

Nos protestos, a população manifesta o seu descontentamento com o bater de panelas e através de assembleias nas ruas.

Outra organização, o Fórum Penal Venezuelana, informou por outro lado que pelo menos 43 pessoas foram detidas nas últimas 48 horas, mas admite que muitas outras podem ter sido presas em todo o país.

A oposição organiza protestos por considerar ilegal o Governo de Nicolás Maduro.

Ontem num vídeo no twitter o vice-presidente americano encorajou as manifestações contra o governo de Maduro e reiterou o apoio americano ao líder da oposição, Juan Guaidó.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG