Links de Acesso

Jornalistas guineenses acusam Governo de "amedrontar" profissionais em greve


Televisão da Guiné-Bissau

Greve nos órgãos públicos começou na segunda-feira

O Sindicato dos Jornalistas e Técnicos da Comunicação Social da Guiné-Bissau (SINJOTECS) acusa o Governo de estar a “amedrontar” trabalhadores dos órgãos da comunicação social públicos que se encontram de greve desde segunda-feira, 6.

Em comunicado, o sindicato diz que o Executivo, em vez de encontrar a solução para os problemas levantados, “através do Ministério da Comunicação Social em conluio com a Direção de órgãos tem assumido atitudes que visam “amedrontar” os trabalhadores a desistirem das “suas justas reivindicações”.

O comunicado diz que o Gvoerno colocou agentes de Polícia no Centro emissor de Nhacra, a 30 quilómetros de Bissau, recusa-se a negociar serviços mínimos e tem ameaçado alguns colaboradores.

Os trabalhadores dos órgãos públicos iniciaram ontem uma greve de cinco dias para exigir melhores condições de trabalho

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG