Links de Acesso

Jornalistas angolanos Severino Carlos e Graça Campos respondem por acusação de calúnia


Graça Campos, jornalista angolano

O queixoso é o antigo ministro da Justiça Rui Mangueira

Os jornalistas angolanos Severino Carlos e Graça Campos vão ser ouvidos na quarta-feira, 21, na Direccão Nacional de Investigação e Acção Penal (DINIAP), órgão pertencente à Procuradoria Geral da Republica (PGR).

Graça Campos, proprietário e director do jornal online Correio Angolense, e Severino Carlos, editor-chefe, são acusados de calúnia contra o antigo ministro da Justiça Rui Mangueira.

Com o título “Ministro da Justiça cessante com 28 processos judiciais nas costas”, Severino Carlos escreveu que "Rui Mangueira, quadro saído do MIREX para o Ministério da Justiça em 2012, é seguramente o governante com mais processos judiciais dentro e fora da sua própria “casa”.

No texto, Graça denunciou vários processos crimes do antigo ministro que supostamente constava de uma lista do Governo saído das eleições de 2017, mas não veio a ser nomeado.

Na ocasião, o texto denunciou também a existência de uma carta endereçada à direcção do MPLA que qualificava Rui Mangueira como sendo “um indivíduo de trato difícil, arrogante, prepotente e autoritário” e descrevia o clima reinante no Ministério da Justiça como “marcado por perseguições e actos pouco dignos”.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG