Links de Acesso

Jornalistas angolanos denunciam situações dificeis para o exercício da profissão

  • Coque Mukuta

Profissão de risco

Sindicato denuncia profissionais com salários de menos de 200 dólares

Os jornalistas angolanos estão preocupados com os actuais salários pagos pelos empregadores aos profissionais da classe.

O Sindicato dos Jornalistas Angolanos considera que o próximo ano será de batalha para a melhoria das condições sociais daqueles profissionais.

Ao assinalar mais um Dia da Liberdade de Imprensa, os jornalistas angolanos queixam-se de diversos condicionalismos na profissão.

Falta de meios técnicos, difícil acesso às fontes e baixos salários constam das preocupações levantadas pelos jornalistas.

António Festos, editor da Rádio Despertar em Luanda, diz que muitas vezes os jornalistas violam a ética e a deontologia profissional por terem que se submeter aos interesses das fontes e lembra que “ainda existem jornalistas que ganham 30 mil kwanzas (cerca de 180 dólares)” por mês.

Entretanto, Teixeira Cândido, secretário-geral do Sindicato dos Jornalistas Angolanos (SJA), afirma que os profissionais estão submetidos a uma situação de extrema pobreza e que “chegou a hora dos profissionais lutarem pela dignidade salarial”.

Em nota publicada hoje, o Governo angolano mostra-se preocupado com a classe jornalística.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG