Links de Acesso

João Lourenço vai a Benguela com economia na agenda


João Lourenço

Visita será na segunda-feira, 19

Na primeira visita à província de Benguela enquanto Presidente da República, prevista para a próxima segunda-feira, 19, João Lourenço visitará o espaço delineado para uma refinaria, no Lobito, mais de um ano após a paralisação dos trabalhos, por decisão da antiga presidente do Conselho de Administração da Sonangol, Isabel dos Santos, que alegava falta de dinheiro.

No local, segundo dados oficiais, há um investimento de 800 milhões de dólares nas infra-estruturas de apoio à refinaria, com realce para um terminal marítimo.

A paralisação da obra destruiu mais de mil postos de trabalho, que deverão ser recuperados pelos italianos da ENI, que se propõem dar sequência ao trabalho, segundo fontes das fábricas de construção de material de apoio à indústria petrolífera (Sonamet e Angoflex), numa reacção aos 63 pedidos para investimentos em refinarias no país.

Esta deslocação demonstra que João Lourenço, natural do Lobito, terá em interesses económicos o destaque da visita à província, conforme o programa oficioso a que a Voa teve acesso.

O corredor do Lobito, ainda indefinido em relação à fórmula para a ligação ferroviária com os chamados países encravados, a Zâmbia e o Congo Democrático, mereça igualmente atenção do Chefe de Estado, que presidirá a uma reunião do Conselho Nacional de Governação.

De resto, o PR visita uma Benguela assolada por caos social, conforme demonstra o surto de malária, que encontra hospitais sem médicos e medicamentos, os focos de lixo e os atrasos no pagamento de salários a funcionários de quase todas as empresas públicas.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG