Links de Acesso

João Lourenço corre "riscos" se insistir em mudanças, diz CASA CE

  • Fernando Caetano

Francisco Sobral, secretário provincial da Casa-CE, Kwanza Sul, Angola

MPLA rejeita teoria de "dualidade de poderes"

No Kwanza Sul o dirige local da CASA CE diz que João Lourenço corre "riscos" se presistir em mudanças de governação após assumir a presidência.

Mas o primeiro secretário do MPLA Manuel Jorge dos Santos rejeitou declarações de que a presidência de João Lourenço poderá estar enfraquecida pelo facto de Eduardo dos Santos continuar presidente do partido.

O dirigente local do MPLA recordou que as decisões serão tomadas dentro do MPLA onde Lourenço participa e não haverá portanto interferência na sua governação.

“Não há dualidade do poder”, acrescentou

“Em muitas partes do mundo há o sistema em que o dirigente do partido é um e o presidente é outro”, disse Manuel Jorge dos Santos acrescentando que em 2018 João Lourenço deverá ser o líder do partido pois Eduardo dos Santos disse que tenciona abandonar apolítica nessa data.

Anteriormente o secretário executivo da CASA CE na província tinha afirmado que João Lourenço nada poderá mudar e avisou mesmo que se ele tentar mudar algo poderá sofrer consequências.

“Ele pode trazer algumas inovações, pode tentar mudar alguma coisa no sistema político angolano mas não vai conseguir porque vai encontrar barreiras do seu partido”, disse Domingos Francisco Sobral.

“E se persistir ainda pode correr riscos”, acrescentou

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG