Links de Acesso

João Lourenço propõe parceria estratégica entre Angola e Espanha


João Lourenço, Presidente angolano, discursa em almoço oferecido pelo Rei de Espanha Filipe VI, 28 de Setembro de 2021

Rei Filipe VI aceitou visitar Angola em data a indicar

O Presidente angolano propôs uma parceria estratégia entre o seu país e a Espanha nos mais diversos domínios, na medida em que, segundo João Lourenço, Angola é agora um país mais atractivo como destino turístico e mais seguro para o investimento privado.

A proposta de Lourenço foi feita num almoço oferecido pelo Rei de Espanha, Filipe VI, nesta terça-feira, 28, no início da visita de dois dias àquele país europeu.

“Nestes quatro anos do meu primeiro mandato, temos dado passos importantes para a construção de uma nova Angola, um país mais transparente, de concorrência leal nos negócios, com ambiente de negócios cada vez mais amigo do investidor”, enumerou Lourenço, quem acrescentou que “este novo quadro vem-se consolidando com a tomada de medidas com as quais pretendemos repor a autoridade das instituições do Estado".

Ao apostar num país “mais atractivo como destino turístico e mais seguro para o investimento privado”, a proposta de parceira estratégica entre Luanda e Madrid assentaria, ainda segundo o Chefe de Estado angolano, “em importantes domínios da nossa economia, com destaque para a política, educação, agricultura, energia, construção civil, pescas, saúde, defesa e segurança”.

A diversificação da economia continua a ser um objectivo de Lourenço, que destacou que o seu Governo tem trabalhado e aprovado medidas nesse sentido, nomeadamente no desenvolvimento de outros sectores além do petrolífero e “na redução de importações de bens essenciais e aumento da oferta de bens de produção nacional exportáveis".

“O mercado angolano está aberto a uma maior presença de empresários e homens de negócios espanhóis”, o que vai edificar na prática, referiu Lourenço, “a uma base de cooperação mutuamente vantajosa”.

“Gostaria de reforçar a necessidade de estabelecermos uma parceria estratégica que ultrapasse a esfera meramente económica e empresarial, mas que se alargue e se reforce ao nível das consultas políticas, diplomáticas e a trocas de informação e experiências em vários domínios da vida dos nossos países”, propôs o Presidente angolano e pediu ainda às autoridades da Espanha ajuda na “mobilização de financiamentos e de investidores da Europa, interessados em investirem em Angola nos mais diferentes sectores da nossa economia”.

A convite de Lourenço, o Rei da Espanha, Filipe VI, aceitou visitar Luanda, ainda sem data marcada, tendo na ocasião, dito que “Angola ocupa um lugar de máxima importância na hora de estabelecer novos vínculos com outros Estados".

Nesta quarta-feira, 29, o Presidente angolano visita a sede da Organização Mundial do Turismo (OMT), em Madrid.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG