Links de Acesso

Japão proibe navio com milhares de passageiros por recear infecção do coronavírus


O navio cruziero com 64 casos de coronavirus

O primeiro ministro japonês Shinzo Abe proibiu que um navio cruzeiro com duas mil pessoas a bordo atraque num porto do país por receios que possa haver passageiros contaminados com o coronavírus.

Um outro navio cruzeiro com 3.700 passageiros a bordo está ancorado ao largo do japão por um perido de quarentena de 14 dias.

A bordo deste navio já foram detectados 64 casos.

Um outro navio com 3.600 passageiros a bordo está agora ancorado ao largo de Hong Kong depois de três casos terem sido detectados a bordo

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG