Links de Acesso

Irene Neto, filha do primeiro Presidente de Angola, tem contas congeladas


Irene Neto, filha do primeiro Presidente de Angola, Agostinho Neto

A Procuradoria-Geral da República (PGR) de Angola ordenou o congelamento das contas bancárias de Irene Neto, esposa de Carlos São Vicente, antigo presidente da empresa seguradora AAA, e filha do primeiro Presidente Agostinho Neto.

A medida, avançada pelo jornal Expresso, de Portugal, nesta sexta-feira, 18, que cita fonte da PGR, surge depois das autoridades suíças terem bloqueado uma conta com 900 milhões de dólares numa conta de São Vicente e de um interrogatório de várias horas de que o empresário foi alvo na terça-feira, 15, na PGR.

Angola Carlos Sao Vicente
Angola Carlos Sao Vicente

São Vicente já foi indiciado dos crimes de peculato, participação económica, tráfico de influência e branqueamento de capitais e, segundo apurou a VOA, pode voltar a ser ouvido na próxima semana.

As nossas fontes admitem que vários antigos dirigentes da Sonangol e empresários ligados a empresas com negócios com a petrolífera estatal poderão ser arrolados no processo.

Papel da Sonangol e contas em paraísos fiscais

Na quarta-feira, 16, a Sonangol confirmou em comunicado que está a ser investigada pela Direção Nacional de Investigação Penal (DNIAP) sobre a origem e transferência de centenas de milhões de dólares para contas controladas pelo empresário Carlos São Vicente, proprietário da companhia AAA.

Na nota, a empresa disse ser do domínio público que esteve “na génese da criação” da companhia de seguros AAA, que durante anos teve o monopólio dos seguros ligados à industria petrolífera, mas assegurou que tem estado a cooperar “com total transparência com os orgãos da justiça na prestação de toda a informação que importa para o esclarecimento dos fatos”.

Depois da conta ter sido congelada na Suíça, Carlos São Vicente viu arrestados vários prédios e hotéis IKA espalhados por todo o país e o congelamento da participação de 49 por cento que detém no Standard Bank para onde terá canalizado como capital 100 milhões de dólares.

Com várias empresas subsidiárias e contas em bancos em vários países fiscais em nome de familiares e controladas pessoalmente por ele, , inclusive uma em nome da esposa, Irene Neto, quem ocupou posições de destaque no MPLA.

Isabel dos Santos acusa

Nesta sexta-feira, em entrevista à rádio MFM, em Luanda, a empresária Isabel dos Santos revelou que os cerca de 900 milhões de dólares encontrados na conta Carlos São Vicente, proprietário da seguradora AAA, podem ser o resultado de vários anos de sobrefaturação aos seguros da companhia petrolífera estatal Sonangol.

Ela disse que durante a sua gestão de 18 meses à frente da Sonangol descobriu e anulou vários contratos devido à superfaturação dos preços, e, entre eles, estavam os com a seguradora AAA, de Carlos São Vicente, que detinha o monopólio desses seguros para a indústria petrolífera.

Isabel dos Santos contou que, de acordo com levantamentos feitos pela sua gestão, a Sonangol podia poupar 70 por cento com os seguros e, por isso, fez um novo contrato “com valores muito mais baixos”, com outra empresa.

A ex-PCA da Sonangol Ainda assegurou que a empresa pagou entre 400 e 500 milhões de dólares a mais por ano por seguros dos petróleos, o que ao longo dos 10 anos em que a petrolífera estatal foi parceira da AAA as perdas potenciais poderão ter atingido um total de quatro mil milhões a cinco mil milhões de de dólares.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG